Arquivo para setembro \29\UTC 2007

29
set
07

Liverpool vence com gol salvador de Benayoun

 Golaço perto do final da partida deu a vitória aos visitantes

Hoje, em Wigan, os Reds bateram o time da casa por 1×0 e seguem na briga pelas primeiras colocações. O grande herói foi Benayoun, que marcou o gol da vitória aos 74 minutos. Apesar da vitória do líder Arsenal na rodada, o placar foi importante para acabar com a sequência de empates do Liverpool na competição.

No primeiro tempo, o Liverpool não conseguiu transformar a superioridade em gols. Mais uma vez, o pesadelo dos últimos empates voltou a rondar a equipe, mesmo com jogadores importantes como Torres e Gerrard como titulares.

Já na segunda etapa, tudo parecia caminhar para mais um resultado ruim até Benayoun fazer o gol da vitória. O israelense, que havia entrado no lugar de Fábio Aurélio, driblou o mesmo marcador por duas vezes seguidas e completou para as redes, marcando um belo gol. Placar final no JJB Stadium, Liverpool 1×0 Wigan.

O próximo jogo do Liverpool será contra o Olympique Marseille em casa, pela UEFA Champions League. Na próxima rodada do campeonato nacional, o time enfrenta o Tottenham, enquanto o Wigan joga contra o Manchester United fora de casa.

FICHA TÉCNICA:

Partida: Wigan 0x1 Liverpool
Local: JJB Stadium, em Wigan
Público: 24.311 pessoas
Árbitro: Mark Clattenburg
Jogadores:
Wigan – Kirkland, Melchiot, Boyce, Bramble, Kilbane, Scharner (Taylor), Skoko, Brown, Koumas, Aghahowa, Bent;
Liverpool – Reina, Arbeloa, Hyypiä, Carragher, Aurélio (Benayoun), Pennant (Voronin), Gerrard, Mascherano, Riise, Kuyt, Torres (Sissoko).

Gols: Benayoun (74′)
Cartões Amarelos: Brown, Melchiot (WIG), Mascherano (LIV)
Cartões Vermelhos: nenhum

29
set
07

Preview – Wigan x Liverpool

Amanhã, o Liverpool vai ao JJB Stadium enfrentar o Wigan Athletic. A partida, válida pela 8ª rodada, é importantíssima para os Reds na luta pelo título, já que o Arsenal está disparando na liderança e o Manchester United vem chegando cada vez mais perto.

As dúvidas do time da casa são Kilbane, Taylor e Valencia. Caso jogue, Kilbane estará fazendo sua 250ª partida na história da Premier League, onde já atuou também por Sunderland e Everton. O artilheiro da equipe na temporada, Antoine Sibierski, deverá ser o jogador com o qual o Liverpool deve se preocupar mais.

Já pelo lado do Liverpool, Mascherano e Pennant retornam de lesão. O técnico Rafa Benitez faz muito mistério em relação ao ataque titular, mesmo com Fernando Torres arrebentando na partida contra o Reading pela Carling Cup. Em compensação, Kuyt deve ser titular depois de ter ficado de fora desse último jogo.

A partida será às 11h (horário de Brasília), e infelizmente não será transmitida por nenhum canal de televisão no país.

28
set
07

Notícias do blog: 18 a 27/09

  • Xabi Alonso falou do desapontamento após a saída de Pako Ayesteran, ex-assistente técnico de Rafa Benitez no clube. Ayesteran saiu no início do mês, o que desagradou os jogadores. Xabi falou da dificuldade que todos terão após terem trabalhado muito tempo com Pako;
  • A competição por uma vaga de titular segue sendo o tema das entrevistas de Peter Crouch. Agora, ele alertou Fernando Torres de que também participará da famosa rotatividade do elenco, apesar do show contra o Reading. Para completar, Crouch falou sobre mudanças no seu estilo de jogo, já que vem cometendo muitas faltas ultimamente;
  • Jamie Carragher elogiou Torres por causa da exibição desta terça, e disse que o atacante venceu o jogo para o time. O defensor disse que um grande artilheiro não é feito apenas de marcar gols, e Torres vai além disso, trabalhando duro pelo time. Além disso, Carragher elogiou a disposição do time do Reading em campo, dizendo que eles deram o seu melhor, tornando a partida boa;
  • O técnico Rafa Benitez afirmou que sente que o meio-campista Gerrard não está no melhor de sua forma física. E o fato de ter se esforçado muito nos jogos da seleção inglesa, mesmo sem ter se recuperado totalmente de uma lesão que havia sofrido anteriormente no pé, pode ter influenciado nisso.
27
set
07

O novo Fowler

O fenômeno climático conhecido por “El Niño” atingiu a Inglaterra e deixou vítimas fatais na cidade de Reading, mais precisamente no campo do Madejski Stadium. Além de ferir muitos torcedores locais, que tinham esperanças na primeira vitória do seu time sobre o Liverpool, El Niño levou ao óbito os defensores Bikey e Duberre, tamanha a destruição que fez nas colunas dos indivíduos supracitados. 

Itandje – muito inseguro nos cruzamentos, não saía de cima da linha nem se jogassem uma bomba atômica nele. Também, não é para menos: com suas pernas tão finas quanto as de Traoré Eterno, deve ser exímio tirador de bolas em cima da linha Nota: 6,5 

Finnan – só pelos dribles desconcertantes que deu num infeliz do Reading no segundo tempo, já valeu a atuação! Nota: 8 

Carragher – sublime. Nota: 23 

Arbeloa – tava meio deslocado na zaga. Parecia que o campo estava inclinado, fazendo-lhe cair sempre perto da lateral, deixando um buraco no meio. Além disso, não teve nenhuma noção de posicionamento nas cobranças de escanteio. Nota: 5 

Aurélio – visivelmente sem ritmo de jogo, não arriscou muitas idas ao ataque, como faz (e muito bem) de costume. Quem sentiu com isso foi Crouch, que dependia de seus cruzamentos para fazer os gols que lhe dariam moral. Enfim, valeu para readquirir ritmo de jogo. Nota: 7 

Benayoun – fez uma partida excelente, tanto ofensivamente quanto “a nível de” marcação. Sempre se movimentando bastante, aparecendo em todos os setores do campo, o menino Yossi ainda nos presenteou com um golaço digno de Maradona (ops, não foi com a mão…) e Michael Laudrup (só que sem a beleza dinamarquesa…). No quesito marcação, impressiona a vontade com que ele volta para ajudar os companheiros, ao melhor estilo Kuyt. Aliás, Dirk tem feito escola, já que Torres também costuma ir em todas as divididas Nota: 9,5 

Lucas – a enfiada de bola pro Torres logo no comecinho prometia. Mas Lucas esteve nervoso em campo, sem ousar muito. Pesa também o fato de os jogadores não estarem habituados a ele (mesmo problema enfrentado por Leto), o que fazia com que tocassem menos para ele. Passado o nervosismo da estréia, agora é só crescer! Nota: 7 

Sissoko – fez algumas sissokadas, mas que não atrapalharam tanto assim. Nota: 6 

Leto – como eu já havia dito, sofreu um pouco por não jogar sempre, já que os companheiros não jogavam muito a bola pra ele (principalmente no 1º tempo). Na volta do intervalo, Torres caiu pelo lado esquerdo, e todos viram sua habilidade em duas belas tabelas com o dono da noite. Nota: 7,5 

Torres – no primeiro lance do jogo, já levou perigo, após o belo passe de Lucas. Mesmo com o Liverpool sendo pressionado e sem se acertar muito, ainda conseguiu criar, do nada, duas ótimas oportunidades, nas quais quase fez gol. Logo depois do intervalo, já deixou Leto em boa posição para marcar, em uma tabelinha envolvente. Na segunda tabela, ele tratou de finalizar. E que finalização perfeita. Digna de Fowler! Mais estaria por vir: além de infernizar a vida dos defensores com seus dribles, outra finalização perfeita, dessa vez depois do passe de Riise. Outro gol. Já eram 2, e a artilharia isolada e com folga do time na temporada. Mas o melhor estaria por vir. Lançamento de Alonso, ops, Gerrard imitando Alonso, Torres domina, humilha o goleiro, e faz com a maior tranqüilidade do mundo. Hat-trick. Coincidentemente, teve outro camisa 9 que fez seu primeiro hat-trick em um jogo da League Cup… Nota: 99 

Crouch – visivelmente abatido, não rendeu nem 1% do que poderia e é capaz. Aliás, esse é o grande defeito de Crouch: só jogar tudo que sabe quando está motivado. O que é uma pena e deve ser corrigido logo, pois ele é muito importante pra equipe, além de ser um cara super legal. Quem disse isso foi o Diego, que joga WE com ele na concentração. Nota: 5 

Riise – mal entrou, já botou Rolandinho foca de circo no chinelo. Precisa dizer mais?  Nota: 9 

Gerrard – que noite inspirada! Primeiro, um lançamento super-hiper-mega-ultra-maxibianchutti perfeito para o menino Yossi. Pouco depois, outro lançamento supimpa do peru, dessa vez pra Torres. A cada toque na bola, uma jogada mágica. Nota: 10 

Hobbs – queria vê-lo em campo desde o princípio, no lugar do Arbeloa. Acho que o time não levaria os dois gols que levou com ele lá. Nota: sem nota 

Benítez – os dois gols infantis levados pelo time devem ser desconsiderados, já que havia muitos reservas em campo, que nunca treinaram juntos posicionamento em bolas paradas. Fora isso, conseguiu fazer com que o time voltasse do intervalo com outra cara, jogando como no início da temporada, e dando o espetáculo que os torcedores queriam e estavam com saudades. Para completar, soube mesclar bem o time, para ficar competitivo e descansado ao mesmo tempo. Nota: 10 

Melhor em campo: Torres

Segundo melhor em campo: Carragher

Terceiro melhor em campo: Gerrard

25
set
07

Torres dá show e Liverpool avança

O atacante espanhol marcou seu primeiro hat-trick com a camisa do time 

Em partida sensacional, o Liverpool bateu o Reading por 4×2 na casa do adversário. O grande destaque da partida foi o atacante Fernando Torres, que destruiu a defesa adversária marcando 3 gols. A partida também foi a primeira de Lucas Leiva como titular no time vermelho.
O primeiro tempo foi movimentado. No início, o jogo estava equilibrado, com o Reading pressionando um pouco mais por estar jogando em casa. Mas quem abriu o placar foi o Liverpool. Aos 22 minutos, Benayoun passou a bola por debaixo das pernas do defensor adversário, entrou no lado direito da área e soltou um forte chute. Golaço, 1×0 para os visitantes. A resposta, no entanto, foi imediata: 4 minutos depois, Convey aproveitou rebote em escanteio e encheu o pé, marcando um bonito gol. Tudo igual no Madejski, e esse foi o placar da primeira etapa.
Já na segunda etapa, um show. Logo no início, Torres recebeu bom passe de Leto, entrou na área e tocou no canto para devolver a vantagem ao Liverpool. Mas a alegria novamente não durou muito, e aos 62, Halls aproveitou confusão na área após outro escanteio e empatou.
Então, o técnico Rafa Benitez colocou Riise no lugar do brasileiro Fábio Aurélio, e o norueguês não decepcionou. Fez excelente jogada pela esquerda, com direito a drible por debaixo das pernas do marcador, e cruzou rasteiro para Torres recolocar os Reds na liderança da partida. Depois, Gerrard entrou no lugar de Crouch, e logo mostrou serviço ao deixar Benayoun na cara do gol, mas o israelense não aproveitou. O capitão, que estava sendo poupado, deixou Torres na cara do gol e o espanhol driblou o goleiro, tocando para o fundo das redes e marcando seu terceiro gol no duelo. E terminou assim, 4×2 mesmo fora de casa.
O Liverpool volta aos gramados no próximo sábado, contra o Wigan fora de casa pela Premier League. Já o Reading vai até Portsmouth enfrentar o time local.

FICHA TÉCNICA:

Partida: Reading 2×4 Liverpool
Local: Madejski Stadium, em Reading
Público: 23.563 pessoas
Árbitro: Martin Atkinson
Jogadores:
Reading – Federici, Halls (Kitson), Duberry, Bikey, Shorey, De la Cruz, Harper, Convey (Hunt), Fae, Long (Henry), Lita;
Liverpool – Itandje, Finnan, Carragher, Arbeloa, Aurélio (Riise), Benayoun, Sissoko, Lucas (Hobbs), Benayoun, Crouch (Gerrard), Torres.

Gols: Benayoun (22′), Convey (26′), Torres (49′), Halls (62′), Torres (71′), Torres (85′)
Cartões Amarelos: Duberry, Bikey, Fae (REA), Lucas (LIV)
Cartões Vermelhos: nenhum

25
set
07

Preview – Reading x Liverpool

Amanhã, no Madejski Stadium, Reading e Liverpool se enfrentam pela terceira fase da Carling Cup, conhecida no Brasil como Copa da Liga. O time derrotado estará fora da competição, o que deixa o duelo ainda mais importante. Apesar de não ser o torneio mais reconhecido do país, o título da Carling Cup pode elevar a moral da equipe para o resto da temporada, já que sua decisão ocorre antes das demais.

O time da casa tem duas dúvidas para a partida: Kalifa Cisse e Ibrahima Sonko. Já pelos Reds, será a primeira partida do brasileiro Lucas Leiva como titular. Jack Hobbs e Charles Itandje também deverão começar jogando, assim como o atacante Fernando Torres, que foi poupado durante a maior parte do jogo contra o Birmingham no último sábado.

A partida será realizada às 15h45 (horário de Brasília), com transmissão ao vivo da ESPN Brasil.

22
set
07

Incompetência

Mais um jogo sem nenhuma inspiração ofensiva. Mais um empate frustrante. Mais um tropeço que pode custar o título. Mais uma vez, o Liverpool errou muitos passes e não conseguiu criar lances claros de gol. 

Reina – nem teve o que fazer. Nota: 7 

Arbeloa – mal apareceu no ataque, num jogo em que era mais do que sua obrigação. Seu lance principal no jogo: cobrou um lateral no pé de um adversário. Nota: 5 

Hyypiä – como não tinha nenhum perigo lá atrás, talvez fosse melhor se tornar atacante por um dia para tentar resolver lá na frente. Nota: 7 

Carragher – também não teve muito o que fazer. Quase fez um gol num escanteio, para delírio da galera. Uma coisa que ele ainda não aprendeu: ficar fazendo lançamentos pra ninguém não resolve o jogo. Nota: 7 

Riise – começou bem, quase fazendo dois gols com seus chutes sempre perigosos. Depois, sumiu. Nota: 6,5 

Pennant – deve ter sido trocado por um c(l)one. Fowler do céu, o que aconteceu com o Pennant do começo da temporada? Nota: 5 

Gerrard – nesse tipo de jogo ele costumava ser a inspiração do time. Costumava… Nota: 6 

Mascherano – será que um dia vai aprender a passar a bola? Será que isso é tão difícil assim? Nota: 5 

Babel – o cara me cobra 6 escanteios e não acerta nenhum! Devia pagar 10% do salário pra cada escanteio errado que cobrasse! Num jogo em que o adversário tava todo recuado o tempo todo, as bolas paradas eram importantíssimas. Nota: 4 

Voronin – tava com sono. Só tem essa explicação pra uma atuação tão apagada! Nota: 4 

Kuyt – quando o time todo joga mal, Kuyt se destaca porque, pelo menos, sempre batalha e briga pela bola o jogo todo. Se não estivesse impedido no lançamento do Gerrard, teria feito o gol da vitória. Nota: 7,5 

Torres – mesmo quase não pegando na bola, pois esta não chegava, ainda quase fez um golaço. Imagina se tivesse sido titular…  Nota: 7 

Crouch – atrapalhou Gerrard numa jogada criada por Torres e depois deu uma cabeçada longe do gol, num escanteio em que estava livre. Nota: 5 

Finnan – nem deu tempo de fazer nada. Nota: sem nota 

Benítez – é visível a diferença que o Torres faz em campo quando entra. Do nada, ele já cria uma jogada prum companheiro, como o passe de calcanhar que deu pro Gerrard ou então concluiu ele mesmo um lance que os outros não levariam nenhum perigo. Se eu e vocês vemos isso, por que o bochechudo barbichudo não vê? Nota: 6 

Menos ruim em campo: Kuyt

Piores em campo: os outros, menos Torres, Carra, Sami e Riise