Arquivo para abril \30\UTC 2008

30
abr
08

Valeu, time

Hoje não tem ficha técnica. Não tem vídeos dos gols. Não tem porra nenhuma, exceto uma coisa.

Tem um time que foi valente até o fim, e que foi superior. Que foi valente em todos os momentos. Fez dois gols fora de casa quando todos caçoavam e diziam que seriam eliminados facilmente.

Hoje vimos o sr. Roberto Rossetti dar um gol irregular ao Chelsea, em impedimento de Kalou. Vimos uma jogada também em impedimento de Anelka no 3º gol dos donos da casa. Um pênalti não-concedido ao Liverpool quando Hyypiä foi escandalosamente rasteirado dentro da área adversária. Sem falar no toque de mão de Ashley Cole no final, ignorado.

Se ficou claro que o time azul precisa sempre de arbitragem contra o Liverpool, como no escandaloso jogo do primeiro turno da Premier League, também ficou claro que há verdadeiros heróis que vestem a camisa vermelha. Heróis que merecem aplausos.

O blog Liverpool Brasil não vai perder mais tempo constatando o óbvio, embora esse fato tenha merecido uma menção acima. Agora é hora de aplaudir todos os que atuaram hoje: Reina, Arbeloa, Carragher, Hyypiä, Skrtel, Riise, Mascherano, Xabi Alonso, Gerrard, Benayoun, Pennant, Kuyt, Babel e Torres. Todos eles. E todos aqueles que colaboraram para o time chegar onde chegou, como Finnan, Fábio Aurélio, Lucas, Voronin, Crouch, entre outros.

Nós Reds estamos muito orgulhosos do nosso time. Saímos de cabeça erguida. E com o sentimento de que a justiça tarda, mas não falha.

29
abr
08

Preview – Chelsea x Liverpool

Chegou a hora da verdade. Liverpool e Chelsea decidirão nesta quarta-feira qual será o segundo finalista da UEFA Champions League, uma vez que Barcelona e Manchester United decidem hoje uma das vagas.

Como o jogo de ida em Anfield terminou em 1×1, o Chelsea tem a vantagem de poder empatar sem gols. Se o placar for repetido, teremos prorrogação (onde os gols contam para o critério dos gols fora) e pênaltis. Empates por 2×2 ou mais dão a vaga aos Reds. O time que conseguir a vitória estará na final.

Portanto, o Liverpool tem a obrigação de marcar gols em Stamford Bridge se quiser eliminar o rival. Mas essa é uma missão muito difícil. O time vermelho não marca na casa do Chelsea há 8 jogos. Ainda assim, todos estão confiantes em Merseyside.

A vaga na próxima UEFA Champions League já foi assegurada, uma vez que o Everton empatou no final de semana e não pode mais alcançar os Reds. Assim, o Liverpool agora se concentra totalmente na competição européia. Jogadores como Carragher, Gerrard e Torres não atuaram contra o Birmingham no final de semana, mas certamente estarão no jogo decisivo de amanhã. O único desfalque é o brasileiro Fábio Aurélio, que se lesionou no jogo de ida.

Pelo lado do Chelsea, a preocupação com a Premier League continua. E o time vem de um jogo duríssimo contra o também rival Manchester United, vencido pelos Blues por 2×1 em sua casa. O desgaste do final de semana pode atrapalhar o Chelsea, mas eles parecem estar com fôlego para brigar intensamente pelas duas competições.

Outro desgaste, este muito mais sério, sofreu o meia Frank Lampard. Ele já havia deixado de jogar em algumas oportunidades para acompanhar sua mãe, que estava em estado grave no hospital. Infelizmente, a mãe de Lampard faleceu na última semana. Muitos esperam que o meia esteja de volta contra o Liverpool, mas não é certeza. O fato é que na ausência de Lampard, o alemão Ballack tem assumido a responsabilidade. Ballack marcou os dois gols contra o Manchester United no sábado.

O imperdível clássico desta quarta-feira será às 15h30 (horário de Brasília), com transmissão ao vivo de ESPN e Rede Record. Não percam!

 

26
abr
08

Que pena, Birmingham!

Time da casa chegou a abrir 2×0, mas cedeu o empate para o Liverpool

GettyImagesCom vários reservas em campo, o Liverpool não passou de um empate por 2×2 contra o Birmingham, fora de casa. Os gols da partida foram marcados por Forssell e Larsson para o time da casa, enquanto Crouch e Benayoun fizeram para os visitantes.

O Birmingham precisava da vitória e foi pra cima. Forssell abriu o placar em um lance de oportunismo, finalizando após cruzamento rasteiro de McFadden. O segundo gol saiu na etapa final, com uma cobrança perfeita de falta executada por Sebastian Larsson.

Depois disso, o Liverpool acordou e empatou o jogo. Crouch diminuiu com os pés aos 62 minutos, e Benayoun empatou aos 75 após ter o seu cabeceio desviado pela zaga, o que matou o goleiro. E o jogo terminou assim, 2×2.

Agora, os Reds voltam todo o seu foco para o jogo contra o Chelsea na próxima quarta-feira, pela UEFA Champions League. No final de semana, o time recebe o Manchester City, enquanto o Birmingham visita o Fulham.

FICHA TÉCNICA:

Partida: Birmingham 2×2 Liverpool
Local: St Andrew’s, em Birmingham
Público: 29.252 pessoas
Árbitro: Peter Walton
Jogadores:
Birmingham – Taylor, Kelly, Jaidi, Ridgewell (Queudrue), Murphy, Larsson, Muamba, Nafti, Kapo (McSheffrey), Forssell (Zárate), McFadden;
Liverpool – Reina, Finnan, Skrtel, Hyypiä, Riise (Insúa), Pennant, Lucas, Plessis, Benayoun, Voronin, Crouch.

Gols: Forssell (33′), Larsson (53′), Crouch (62′), Benayoun (75′)
Cartões Amarelos: Murphy, Nafti (BIR)
Cartões Vermelhos: nenhum

Clique aqui para ver os gols da partida

25
abr
08

Preview – Birmingham x Liverpool

O Liverpool visita o Birmingham neste sábado visando a confirmação de sua vaga para a próxima UEFA Champions League. O time tem 8 pontos de vantagem para o rival Everton, faltando apenas três rodadas para o final. Com mais dois pontos, o Liverpool se garante matematicamente na 4ª posição, embora virtualmente o time já esteja com a vaga nas mãos.

Diante disso, não há quase nada mais a fazer na Premier League. Como o duelo de volta contra o Chelsea será na próxima quarta-feira, todo cuidado é pouco. Por isso, vários titulares devem ser poupados, incluindo Gerrard, Torres e Carragher. Além disso, Fábio Aurélio está lesionado e não jogará. Jovens como Plessis e Insúa podem ganhar chances.

Pelo lado do Birmingham, desespero na luta contra o rebaixamento. O time azul está na zona de rebaixamento, porém está apenas 1 ponto atrás de Bolton e Reading, que estão fora. Assim, ainda há esperanças em St Andrews. Para o duelo contra o Liverpool, Kapo e Larsson deverão atuar, mas o principal destaque é o argentino Mauro Zárate, especulado nos próprios Reds para a próxima temporada.

Em toda a história do Campeonato Inglês, o Birmingham bateu o Liverpool por 28 vezes, contra 46 vitórias do adversário e 21 empates. O jogo de amanhã será às 11h (horário de Brasília), com transmissão ao vivo da ESPN.

25
abr
08

Notícias do Blog: 25/04

  • O Liverpool lançou oficialmente nesta quinta-feira o novo uniforme principal para as temporadas 2008/09 e 2009/10, assim como o uniforme principal para os goleiros que será todo preto. Um detalhe interessante sobre a nova camisa vermelha é a inscrição “This Is Anfield” dentro da gola, em um espaço quadriculado. Mais informações no site oficial do clube;
  • Fábio Aurélio não deve jogar mais na temporada. O brasileiro, que vinha sendo titular na lateral-esquerda, sofreu uma lesão na coxa no jogo contra o Chelsea. O prazo para o retorno dele é de no mínimo 3 semanas;
  • O substituto dele no jogo contra o Chelsea, o norueguês Riise, marcou o gol contra que definiu o empate em 2×2. Apesar de ter passado por uma noite difícil, segundo o próprio, Riise afirmou que tentará aprender com o ocorrido, e melhorar suas atuações. Por fim, ele disse que pretende continuar no clube, apesar de que o Liverpool ainda não ofereceu um novo contrato. O atual termina em 2009;
  • A temporada está próxima do final, e com isso começam a surgir as especulações do mercado. Nomes como Gareth Barry (Aston Villa), David Bentley (Blackburn Rovers), Mauro Zárate (Birmingham), Luka Modric (Dínamo Zagreb), Rafael Van der Vaart (Hamburg), entre muitos outros, são especulados nos Reds. Entretanto, o mais próximo de acertar com o clube pode ser um brasileiro: Rafinha, lateral-direito do Schalke 04.
22
abr
08

No apagar das luzes

Liverpool deixa vitória escapar graças a erro do árbitro e do lateral Riise

GettyImagesTudo estava na maior felicidade para o Liverpool até o último instante. Essa frase resume bem o sentimento dos Reds no jogo de hoje contra o Chelsea. O empate de 1×1 foi conseguido pelos Blues no finalzinho, com gol contra de Riise. Kuyt havia feito o primeiro gol da partida.

Com o resultado, o time de Londres depende de um empate sem gols em casa, para avançar à final. O mesmo placar leva o jogo aos pênaltis, enquanto empates por 2×2 ou mais dão a vaga ao Liverpool. Quem vencer em Stamford Bridge obviamente estará classificado.

O time da casa foi ligeiramente superior, com mais posse de bola. Já o Chelsea adotou uma postura mais defensiva. Ainda assim, as duas equipes criaram poucas mas boas chances. Os azuis com Joe Cole, e os vermelhos com Fernando Torres. Mas até então, o jogo continuaria em branco.

Até que Dirk Kuyt deu alegria aos Reds aos 42 minutos. E que raça do holandês! Ele havia iniciado a jogada pela direita, mas a zaga tirou. A bola sobrou para Lampard, que foi desarmado por Kuyt. Mascherano tentou o lançamento pelo alto, e o próprio Kuyt pegou a bola na frente, tocando na saída de Cech. 1×0 para os anfitriões, que venceram a primeira etapa.

No segundo tempo, jogo mais truncado. O Liverpool teve mais domínio, mas não transformou a vantagem em mais gols. Assim, o Chelsea ganhou ímpeto e passou a pressionar no final, sem sucesso.

Até que Riise, que havia entrado no lugar de Fábio Aurélio, decidiu o jogo. Está certo que o juiz já devia ter encerrado o jogo, pois o tempo de acréscimo já havia sido ultrapassado (4 minutos), mas nada justifica a pixotada do norueguês. Riise tentou tirar a bola da área e marcou um gol contra no último lance do jogo. Placar final, 1×1.

Agora, as equipes aguardam o 2º confronto, que será em Stamford Bridge no dia 30 (quarta-feira da semana que vem). As equipes terão duelos pela Premier League no final de semana: o Liverpool faz duelo de pouca importância com o Birmingham, enquanto o Chelsea enfrenta o Manchester United naquela que pode ser a final antecipada do campeonato.

FICHA TÉCNICA:

Partida: Liverpool 1×1 Chelsea
Local: Anfield Road, em Liverpool
Público: 42.180 pessoas
Árbitro: Konrad Plautz
Jogadores:
Liverpool – Reina, Arbeloa, Carragher, Skrtel, Fábio Aurélio (clone do Riise), Mascherano, Alonso, Gerrard, Babel (Benayoun), Kuyt, Torres;
Chelsea – Cech, Ferreira, Carvalho, Terry, Ashley Cole, Lampard, Makelele, Ballack (Anelka), Joe Cole (Kalou), Malouda, Drogba.

Gols: Kuyt (42′), Riise (contra, aos 90′ + 4′)
Cartões Amarelos: Terry (CHE)
Cartões Vermelhos: nenhum

 

21
abr
08

Preview – Liverpool x Chelsea

Mais uma vez, os rivais se enfrentam nas semifinais da UEFA Champions League. Liverpool e Chelsea, pela 3ª vez nas últimas 4 temporadas, decidirão um dos finalistas da competição. E até agora, os Reds estão soberanos no confronto.

Na única temporada (2005/06) em que não se enfrentaram nas semifinais, Liverpool e Chelsea fizeram duelos na primeira fase. Ambos seriam eliminados nas oitavas-de-final, por Benfica e Barcelona respectivamente. A única regra é a quase ausência de gols. Nas 6 partidas em que duelaram pela UCL, apenas 3 gols foram marcados.

Mesmo assim, clássico é sempre equilibrado. Se há uma grande disparidade entre os dois clubes, nos últimos anos isso foi deixado de lado com a ascenção dos Blues. O time londrino sempre faz boas campanhas em âmbito nacional, melhores que as do rival. Porém, o Liverpool consegue assustar ainda mais do que nos últimos anos. Com Torres e Gerrard, qualquer time do mundo teme os vermelhos. E eles são considerados favoritos por muita gente.

Para o primeiro duelo, nesta terça-feira em Anfield, o Liverpool contará com seu capitão Gerrard. O inglês era dúvida, mas passou por exames e jogará. Fora ele, os únicos desfalques são os de sempre: Agger e Kewell. Ou seja, força total para o confronto em casa.

Já pelo lado do Chelsea, Lampard era dúvida também. Mas deverá jogar, a exemplo do meia adversário. O único desfalque do time azul é o goleiro reserva Cudicini, enquanto Drogba é dúvida.

O duelo decisivo será nesta terça-feira, às 15h30 (horário de Brasília), com transmissão da ESPN ao vivo.