O clube foi fundado após uma discussão entre John Houlding (antigo proprietário de Anfield Road) e o Everton, que decidiu se mudar para o campo de Goodison Park. Com isso, Houlding decidiu criar seu próprio clube para disputar as partidas em seu estádio. O nome original deveria ser o mesmo do rival, mas a FA (Football Association) se recusou, então o nome adotado foi o da cidade. Assim, em 15 de março de 1892, nascia o maior clube inglês de todos os tempos: Liverpool Football Club.

Em 1894, o clube adotou a famosa camisa vermelha, naquela época com calções brancos. Nos anos anteriores a camisa era azul e branca. O primeiro título nacional do clube foi a liga em 1900/01, feito que se repetiria três vezes até o início da 2ª Guerra Mundial. No primeiro campeonato pós-guerra, mais um título.

Porém, o Liverpool passou por um momento ruim de sua história a partir daí. Na temporada 1953/54 o time caiu para a segunda divisão, onde permaneceria por alguns anos. Isso só mudaria em dezembro de 1959, quando o treinador Bill Shankly assumiu o clube. Em sua terceira temporada, Shankly levou o time ao acesso. Apenas dois anos mais tarde, o Liverpool voltou a conquistar o título nacional, se reafirmando como um dos maiores clubes do país. Foi naquela temporada que o clube adotou o uniforme inteiro na cor vermelha, que permanece até os dias atuais.

Shankly comandou o time em mais dois títulos nacionais e duas Copas da Inglaterra. Além disso, conquistou o primeiro título europeu da equipe, a Copa da UEFA de 1972/73. Na temporada seguinte, ele anunciou que estava se retirando do futebol, e foi substituído por Bob Paisley (seu antigo assistente). Paisley não conquistou títulos em sua primeira temporada, mas nas oito seguintes ele traria troféus para Anfield: os primeiros foram a liga inglesa e a Copa UEFA da temporada de 1975/76.

Logo no ano seguinte, viria o primeiro título da UCL (naquela época chamada de Copa dos Campeões), acompanhado do campeonato nacional. A final contra o Borussia Mönchengladbach, disputada em Roma, foi a última de Kevin Keegan pelo clube. Em 1977/78, novo título europeu, desta vez em final disputada em Wembley: vitória de 1×0 sobre o Club Brugge, gol de Kenny Dalglish em jogada de Greame Souness, duas lendas da história do Liverpool. A seguir os Reds conquistariam o bi-campeonato nacional, e em 1980/81 mais um título continental ao bater o Real Madrid na final por 1×0, na temporada que também ganhou a Copa da Liga pela primeira vez em sua história (depois viriam mais duas seguidas, ambas acompanhadas de títulos do Campeonato Inglês).

No entanto, Paisley seguiu o exemplo de Bill Shankly e se retirou do futebol em 1983. Em seu lugar assumiu Joe Fagan, que logo de cara conquistou o tri-campeonato inglês e o tetra da Copa da Liga. Nessa época, Ian Rush se consolidou como um dos grandes artilheiros da Europa. De quebra, veio o quarto título europeu após bater a Roma nos pênaltis, mesmo jogando no campo do adversário. Naquela partida, Bruce Grobbelaar entrou para a história do Liverpool ao tentar desconcentrar os jogadores adversários na decisão por pênaltis, e conseguiu o que queria.

Depois da épica partida em Roma, veio um ano triste. A começar pelo fato de que o time não conquistou nenhum título na Inglaterra naquela temporada. Mesmo assim, disputaria a final européia contra a Juventus, no estádio Heysel (Bruxelas). Porém, uma briga entre torcedores e o desabamento de um muro resultaram em 39 torcedores mortos, a maioria italianos. A derrota, em um pênalti duvidoso convertido por Michel Platini, foi o menos importante naquele momento. Como punição, a UEFA decidiu banir os clubes ingleses de todas as suas competições por 5 anos, e o Liverpool por 6.

Joe Fagan decidiu se retirar, e Kenny Dalglish assumiu a função de jogador e técnico ao mesmo tempo. De 1985 até 1988, o time ganhou dois títulos ingleses e um da Copa da Inglaterra. Mas, na semifinal da Copa da Inglaterra de 1988/89 contra o Nottingham Forest, mais uma tragédia marcou a história do clube: disputada no estádio de Hillsborough (Sheffield), uma superlotação no local matou 96 torcedores, todos do Liverpool. O time até ganhou a competição, mas a tragédia acabou com qualquer euforia. Para completar a tristeza, o Liverpool perdeu o título nacional na última rodada em casa, para o Arsenal.

Em 1990, mais um título inglês, o último de Kenny Dalglish. Ele saiu no ano seguinte para a entrada de Greame Souness, que inclusive havia jogado com ele no time durante as conquistas européias. O escocês conquistou apenas um título como treinador, a Copa da Inglaterra de 1991/92. Na temporada de estréia da Premier League (como ficou conhecido o Campeonato Inglês, desde 1992/93), o Liverpool não passou de um sexto lugar. Roy Evans assumiu o cargo de Souness no meio de 1993/94, conduzindo o time ao título da Copa da Liga na temporada seguinte. A contratação do atacante Stan Collymore em 1995 foi a mais cara da história do futebol inglês, e formou uma grande dupla de ataque ao lado de Robbie Fowler. Porém, nenhum título foi conquistado nesse período. Durante a temporada de 1997/98, explodiu um grande talento que atraiu os olhos do mundo todo: Michael Owen.

O francês Gérard Houllier sucedeu Evans durante a temporada seguinte, e conduziu o Liverpool a três títulos em 2000/01: Copa da Inglaterra, Copa da Liga e Copa da UEFA. Os destaques deste time eram Michael Owen, Sami Hyypiä, Emile Heskey e o ainda jovem Steven Gerrard. Dois anos depois, mais um título da Copa da Liga. No entanto, o estilo de jogo excessivamente defensivo e a falta de competitividade na Premier League fizeram que a torcida se irritasse com Houllier, e ele saiu do clube. Em seu lugar, assumiu o espanhol Rafael Benítez, que havia sido campeão espanhol e da Copa da UEFA pelo Valencia no ano anterior.

Em seu primeiro ano como treinador, Benítez mostrou a que veio. Não passou de um quinto lugar na Premier League, mas conquistou a taça que todos querem ter: a de campeão europeu. Em uma campanha sensacional, eliminando fortes equipes como Juventus e Chelsea, o Liverpool chegou à final. Em Istambul, os Reds enfrentaram o Milan, e venceram nos pênaltis após empatarem o jogo que chegou a ficar 3×0 pro adversário. A derrota no Mundial Interclubes pro São Paulo e a eliminação da UCL para o Benfica, ambos na temporada seguinte, não abalaram o treinador. Em 2006/07, o Liverpool chegou a mais uma final européia depois de uma campanha belíssima (eliminando times como PSV, Barcelona e Chelsea mais uma vez), mas perdeu para o próprio Milan por 2×1.

No meio da temporada 2006/07, foi anunciada a aquisição do Liverpool pelos americanos Tom Hicks e George Gillett. Eles prometeram a construção do novo estádio, que deverá ficar pronto em 2011. Além disso, o objetivo deles é colocar o Liverpool em igualdade de condições, financeiramente falando, com os outros grandes clubes da Europa. A administração dos americanos certamente influenciará nos próximos parágrafos dessa história, e nós do blog Liverpool – Brasil convidamos você a acompanhar cada passo da temporada 2008/09 conosco!


10 Responses to “História”


  1. 1 Kajú
    novembro 9, 2007 às 2:41 am

    Aeeee pessoal,

    primeiramente parabéns pelo site! Comecei a acompanhar (sempre que posso) os campeonatos europeus e apesar de um time na Espanha e outro na Itália me chamarem muito a atenção, nenhum outro time se destaca para mim quanto o Liverpool. Apesar de não acompanhar o jogo, em 2005 eu soube que o Liverpool ganhou a UCL pela 5 vez e com um placar espetacular. Torci para o Liverpool no Mundial como se fosse torcedor desde pequeno. Mas em 2006 começou algo que não consigo mais parar. Comecei a me interessar muito mais por futebol como há muito tempo não fazia e esse ano (2007) tenho torcido muito para o Liverpool (tanto quanto para o meu time brasileiro). Li a história que está escrita no site e gostei mesmo! Parabéns e gostaria muito que continuasse assim.

    Abraços,
    Kajú

  2. dezembro 5, 2007 às 5:29 am

    Galera, parabéns pelo site
    Muita bonita a história do maior clube de todos os tempos *o*

  3. 3 Daniel
    dezembro 21, 2007 às 4:00 pm

    parabens , a historia ficou muito boa mesmo , apesar de brasileiro torço pro Liverpool e fikou muito bom

  4. 4 Marcel
    março 5, 2008 às 1:52 pm

    O Site está de parabens mesmo!!! Muito bom conseguir colocar toda a historia do clube para os brasileiros, fazendo com que eles se interessem mais e mais pelo futebol ingles!
    VOu acompanhar o site sempre!

  5. 5 VALDICLEI
    outubro 12, 2008 às 5:23 pm

    MUITO BOM TER UM SITEPARA O ADMIRADORES DESSE GRANDE CLUBE NAO DA INGLATERRA MAS DO MUNDO.

  6. 6 err
    outubro 13, 2008 às 12:08 pm

    é muito bom ler a história de um grande club, desde que o liverpool ganhou do milan eu torço demais para ele

  7. 7 Yan
    fevereiro 28, 2009 às 3:43 pm

    Cara … o Liverpool tem uma história maravilhosa…
    meu time é sensacional… nunca será alcansado por nenhum time do mundo!!!
    somos os melhores, não pq temosa o melhor time, mas pq somos os maiores torcedores do mundo…
    you”ll never walk alone…

  8. 8 Yan
    fevereiro 28, 2009 às 3:45 pm

    you”ll never walk alone…

  9. maio 31, 2009 às 9:35 pm

    os produtores do blog estao de parabens. achava q era um dos poucos torcedores do liverpool no brasil, mas vejo q sou mais um de uma grande legiao. aproveito para expor meu protesto contra algumas pessoas q se dizem torcedores de clubes europeus, mas num entanto nao conhecem nem a historia dels. e o pior q sao sempre sao os mesmos: milan, man. united, chelsea, barcelona, real madrid… serah pelo fato de sempre estarem na midia? por favor pesquisem melhor. o liverpool e o maior campeao ingles e o terceiro em toda europa com 5 champions league, e merece mais espaço na midia nacional. com esperança no coração vc nunca caminharah sozinho!!!

  10. 10 adauto
    agosto 20, 2010 às 4:09 pm

    eu gostaria de saber sim o liverpool tem titulo murdial de clubes


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: